Foto(12).jpg

Quem sou eu

Sou Terapeuta Transpessoal de abordagem integral, especialista e treinador em Eneagrama, com formação em Programação Neurolinguística e Hipnose Ericksoniana. Sou também escritor e palestrante. Possuo larga experiência em liderança por minha trajetória pessoal e profissional, esta última adquirida ao longo de 30 anos como oficial e piloto de Caça da Força Aérea Brasileira (FAB), onde atuei em diversas áreas em que a liderança foi aplicada em suas mais amplas formas e modelos. Após encerrar as atividades na Aeronáutica, passei a me dedicar aos estudos do desenvolvimento humano, do autoconhecimento, do despertar da consciência e da transformação humana. Sou pós-graduado em Administração de Empresas pela Fundação Getúlio Vargas – FGV/DF, e em Psicologia Transpessoal pela Associação Luso-Brasileira de Transpessoal – ALUBRAT/SP.

Um pouco da minha trajetória

Com 17 anos ingressei na Academia da Força Aérea: escolhi ser piloto, seguindo os passos de meu pai, Hildebrando Pralon. E não só isso: piloto de Caça, como ele. Durante os treinamentos e especializações na Força Aérea Brasileira (FAB), atingi o grau máximo de liderança, podendo conduzir até 12 aviões sob meu comando. Sou também instrutor de voo, tendo apoiado a formação de mais de duas centenas de novos pilotos de caça da FAB. Minhas atividades como Oficial da Aeronáutica me permitiram cursar diversas formações, como Segurança de Voo, Comunicação Social, Doutrina, Planejamento e Projetos. Sou fluente na língua inglesa, com experiências pessoais e profissionais no exterior em mais de 30 países. Morei um ano na Costa do Marfim, África, representando a FAB e o Brasil na Missão de Paz da ONU naquele país – ONUCI: Operação das Nações Unidas na Costa do Marfim. Olhando para a minha trajetória de vida, entendo essa experiência, aliás, como um dos marcos para viver, plenamente, meu propósito e missão de vida, que é o de "despertar e transformar pessoas por meio dos meus livros, palestras, treinamentos e terapias transpessoais". Foi lá que aprendi que somos muito mais do que acreditamos ser... E que podemos ir além do que esperam e esperamos de nós mesmos.

Eu e Pai.png
Hildebrando Pralon
André Pralon
Caça.png
(meu pai)